21 JUL 2017

Entrevista: Pe. Décio Walker Profetas e Profecias

Profetas e Profecias

    Pe. Décio Walker, foi assessor nacional da Comissão Biblico-Catequética da CNBB durante quatro anos, conviveu com o Papa Francisco, quando este ainda era cardeal de Buenos Aires e hoje é assessor do Regional Sul 3 da CNBB. Presente em Paranavaí foi Walker que ministrou a XI Semana Teológica Realizada no Teatro Municipal, cujo tema foi o Estudo dos Profetas Bíblicos. Confira a entrevista na íntegra:

O que é ser um profeta nos dias atuais?
    Bem, para mim é uma alegria falar sobre esse assunto, pois as profecias são algumas das experiências centrais na Bíblia e para nós é Palavra de Deus. Na Bíblia temos uma multidão de profetas que normalmente são lidos e proclamados na nossa liturgia, os quais trazem mensagens importantíssimas para o povo de Deus.

    E hoje também, temos dentro da Igreja, algumas pessoas que são sinais proféticos. Dom Helder Camara, por exemplo, arcebispo de Olinda e Recife, foi ouvido e admirado no mundo todo por causa de suas mensagens proféticas em defesa dos pobres. Tinha uma sensibilidade para perceber claramente o que Deus estava querendo dizer ao nosso povo em situação de grande crise. Profeta é isso, uma pessoa que percebe as necessidades daquele determinado momento da história e inspirado por Deus denuncia os erros, as injustiças e anuncia caminhos de esperança. Toda a Igreja tem hoje uma missão profética.

 Fale-nos sobre um profeta bíblico que marcou a sua história.

    Bem, eu gosto muito do profeta Isaías. Seu livro na Bíblia apresenta três tempos diferentes, os quais correspondem a três momentos cruciais do povo de Deus: Antes do exílio da Babilônia, durante o exílio e depois do exílio.
    O momento mais marcante é quando Isaías fala do tempo em que o povo estava no exílio, levados como escravos para a Babilônia, completamente arrasados. Foi nesse momento que Isaías precisou suscitar a esperança de saída dessa situação, para que o povo pudesse voltar para a sua terra natal. Inspirado por Deus, Isaías falou coisas edificantes para consolar, dar força e coragem a esse povo.

    Hoje, nós vivemos em um tempo parecido ao retratado nos capítulos 40 a 55 de Isaías. Nosso povo também precisa muito de um consolo, de esperança, de ver uma luz no fim do túnel. Nós estamos vivendo um momento muito duro da nossa história, uma crise muito grave, mas como povo nós vamos superar isso. Não podemos esperar nada de cima, precisamos nos organizar e nos unir para superar essa situação. Isaías é um profeta muito atual e nós precisamos dessa mensagem de esperança e otimismo: Nós vamos avançar e através da conscientização vamos sair dessa. Com organização e a ajuda de Deus nós vamos conseguir.

    Qual a responsabilidade de um profeta dentro dessa sociedade em que vivemos?
    Hoje nós precisamos muito da profecia e nós temos pessoas que se destacam nessas mensagens. O principal deles é o Papa Francisco que nos convoca para sermos uma Igreja toda profética, no sentido de olhar e reconhecer o que é da vontade de Deus, incentivar isso ou resistir e reagir diante daquilo que não sintoniza com o projeto de Deus. O que estamos vivendo hoje em nosso país é uma experiência bastante avessa ao que Deus espera de nós. Os profetas bíblicos, em nome de Deus sempre se opuseram corajosamente à corrupção e a falta de atenção ao povo mais pobre. Sempre denunciaram isso e hoje não pode ser diferente. As comunidades da Igreja devem sempre estar atentas e ajudar o povo a resistir diante dessa perda de valores. Hoje, os valores cristãos estão em risco o tempo todo porque a sociedade segue outros caminhos. Ser Igreja profética é resgatar e fortalecer o que realmente dá
um sentido profundo para a vida.
    Como reconhecer um profeta?
A Igreja profética está ali onde às pessoas levam muito a sério o seu compromisso com Deus. Um dia, Deus fez uma aliança conosco. Através de Moisés, no Monte Sinai, formalizou o compromisso com os dez mandamentos e quem caminha nesse espírito, está cumprindo o acordo desse sinal profético no mundo. Existem pessoas em nossa comunidade que são honestas, que assumem ter só Deus como o ponto referencial de suas vidas, que respeitam, amam, cumprem de fato os mandamentos dessa convivência querida por Deus nessa aliança de amor. Essas pessoas que lutam de fato pela vivência desse amor verdadeiro são pessoas e comunidades
proféticas.
E quanto às “profecias sobre o futuro”, o que pensar?
    Esse é um assunto muito delicado, existem muitas pessoas que  fazem adivinhações do futuro e por muitos são chamados de profetas, mas isso é totalmente diferente dos profetas bíblicos. Essas pessoas não são profetas, elas são videntes que tem certas intuições sobre o que vai acontecer. Tipo o Nostradamus que ficou famoso por suas vidências de fatos futuros que para muitos se realizaram. Mas depende muito da interpretação que se dá. Essas são coisas que nada serviram para o bem da comunidade humana, por isso não tem a ver com a Palavra de Deus.
    Quantas datas já foram marcadas por esses videntes para o fim do mundo e nunca deu certo. Lembro bem quando chegamos perto do ano 2000, muita gente estava preocupada porque era essa a data marcada para o fim do mundo... Nós já estamos em 2017, nada aconteceu e tem gente remarcando a data para o fim do mundo.
Como a Igreja se posiciona em relação a essas profecias?
    A Igreja respeita quem se liga a isso, mas nunca deu crédito a essas crenças, pois não são inspiradas na Palavra de Deus como o caso das profecias bíblicas. Em muitos casos esses visionários colaboram até para criar preocupações inúteis na mente e no coração das pessoas. Isso não ajuda para uma fé madura que confia na ação de Deus no mundo. Na sua misericórdia sem limites que mantem a vida. Apesar das agressões que o ser humano faz. 

Image title


Padre Walker, nos intervalos do curso, percebi que têm uma companheira inseparável, a famosa cuia de chimarrão... De onde vem esse hábito?
Ah!! Eu sou do Rio Grande do Sul, confesso que sou viciado em chimarrão, mas esse é um vício saudável (risos). Eu recomendo para quem quer emagrecer um pouquinho, para resolver alguns problemas de fígado, de estômago... Chimarrão é aconselhável, podem entrar nessa!!

Compartilhe esta publicação